Google vende Motorola para Lenovo por US$3 bi

Comentário

O Google acaba de anunciar a venda de sua unidade Mobility, que inclui a Motorola, à chinesa Lenovo. O valor da negociação é de 2,91 bilhões de dólares, de acordo com um post no blog oficial da companhia norte-americana.

A aquisição pode ser ótima para a empresa da China. Já considerada a maior fabricante de PCs da atualidade, a companhia possui alguns smartphones e uma parcela considerável do mercado no país de origem, mas ainda engatinha no ramo de dispositivos móveis fora dele.

Ao Google, no entanto, vender a unidade da Motorola é praticamente admitir que a negociação bilionária de 2011 foi um fracasso. O gigante de buscas adquiriu a fabricante de celulares por 12,5 bilhões de dólares no período, com o objetivo de desenvolver sua unidade de aparelhos móveis. No entanto, a vendeu por menos de um quarto do valor investido.

Segundo o jornal The New Yor Times, mesmo depois de comprada, a velha companhia continuou perdendo dinheiro, preocupando acionistas e analistas. Além disso, o topo de linha Moto X vendeu menos do que o esperado – apesar de o Google dizer que o aparelho está bem no mercado -, mesmo sendo um bom aparelho.

O acordo, aliás, não significa que a empresa dona do Android encerrará os investimentos no sistema operacional, como ela mesma afirma no post do blog oficial. Além disso, uma “vasta maioria das patentes da Motorola” seguirá nas mãos do Google, apesar de o controle sobre os aparelhos pararem nas mãos da Lenovo. No entanto, vale mencionar que a negociação ainda precisa ser aprovada nos EUA ou na China, o que “normalmente leva tempo”.

Fonte: Info Online

Related Posts

Discussão sobre esse post